Da estante: O amor nos tempos do cólera / 1

“Era inevitável: o cheiro das amêndoas amargas lhe lembrava sempre o destino dos amores contrariados.” p.9 Foi essa primeira frase do romance “O amor nos tempos do cólera”, de Gabriel García Márquez, que me arrebatou imediatamente e me fez submergir nessa leitura. Um início tão nostálgico e doído, de beleza e amargura para nos ambientar … Mais Da estante: O amor nos tempos do cólera / 1

Recebidos do Itaú social: “Quero colo” e “Pedro vira porco-espinho”

Como gosto bastante de literatura infantil e juvenil, desde 2014 eu peço os livros da campanha do Itaú: “Leia para uma criança #issomudaomundo”, que fazem parte de um projeto de incentivo à leitura. Nesse ano não foi diferente e tive sorte de fazer o meu pedido logo no início porque rapidamente os livros se esgotaram. … Mais Recebidos do Itaú social: “Quero colo” e “Pedro vira porco-espinho”

Dos poemas: O Cacto

Não sei se muitos aqui têm o hábito de ler poesia, mas já era meu plano, desde o início, trazer poemas aqui para o blog. Por conta disso, resolvi começar novembro trazendo essa pequena novidade para vocês: a rubrica Dos Poemas. Por se tratar de um gênero bem específico, não pretendo comentar livros inteiros, como … Mais Dos poemas: O Cacto

Sonho

Eu acho que, em toda a minha vida, eu escrevi dois solitários poemas no meio de todos os textos que já fiz. Apesar de ser apaixonada pelo gênero, sinto que a escrita da poesia não flui muito para mim e acabo não me arriscando nisso. No entanto, resolvi começar a semana compartilhando um poema que … Mais Sonho